Saiba como e onde acessar os serviços da Prefeitura de São Paulo

Acolhimento

Acolhimento

Moradia Transitória

Moradia Transitória

Núcleos de Convivência
Núcleos de Convivência
Alimentação
Alimentação
Saúde
Saúde
Saúde mental, Álcool e Drogas
Saúde mental, Álcool e Drogas
Dentista
Dentista
Benefícios
Benefícios
Ensino
Ensino
Emprego e Renda
Emprego e Renda
Passagem de Ônibus Para Outras Cidades
Passagem de Ônibus Para Outras Cidades
Emissão de documentos
Emissão de documentos
Bagageiro
Bagageiro
Computador e acesso à internet
Computador e acesso à internet
Crianças e adolescentes
Crianças e adolescentes
Atendimento à mulher
Atendimento à mulher
Atendimento a imigrantes
Atendimento a imigrantes
Atendimento à pessoa idosa
Atendimento à pessoa idosa
Atendimento à população LGBTI+
Atendimento à população LGBTI+
Atendimento à pessoa com deficiência
Atendimento à pessoa com deficiência
Ouvidoria de Direitos Humanos
Ouvidoria de Direitos Humanos
Direitos durante a zeladoria urbana
Direitos durante a zeladoria urbana

São diversas as Secretarias envolvidas diretamente com ações e programas para esse grupo populacional.

Para o planejamento, implementação e monitoramento das ações relacionadas à Política Municipal para a População em Situação de Rua, a Prefeitura instituiu um Núcleo Gestor do Programa Reencontro. Ao órgão compete o planejamento das iniciativas do Programa, a elaboração de um Plano de Ação com o detalhamento de projetos, estratégias, objetivos, metas, responsabilidades e orçamento para a implementação da Política Municipal para a População em Situação de Rua, nos termos do art. 8º da Lei nº 17.252, de 2019, e o acompanhamento e monitoramento de todas as suas ações.

O Programa Reencontro é um conjunto de ações voltadas à população em situação de rua com o objetivo de garantir proteção social e promover a saída qualificada da situação de rua. Conta com a oferta de diferentes estratégias de promoção de direitos, com enfoque no acesso à moradia e na inclusão produtiva, nos eixos: conexão, cuidado e oportunidade.

Clique nos links para acessar os endereços:

<<Programa Reencontro no site (SGM)>>.

<<Clique aqui para acessar o site com depoimentos de beneficiários do Programa Reencontro>>.

programareencontro@prefeitura.sp.gov.br

OPERAÇÃO BAIXAS TEMPERATURAS

O Plano de Contingências para Situações de Baixas Temperaturas (OBT) tem como objetivo minimizar os impactos e riscos das baixas temperaturas sobre a saúde da população em situação de rua. As ações ocorrem quando os termômetros marcam uma temperatura igual ou inferior a 13°, por meio da intensificação nos atendimentos de equipes de diversas secretarias realizados na cidade e em tendas montadas especialmente para este fim.

A operação conta com 1.700 vagas emergenciais em 38 serviços e com dez tendas de atendimento instaladas em diferentes pontos estratégicos da cidade. Nas tendas, são oferecidos alimentos como sopa, chocolate quente, pão, chá e água, cobertores e vacinas contra covid e gripe para a população em situação de rua, entre 18h e 0h.

Além disso, durante a Operação, as equipes da Prefeitura fortalecem a abordagem às pessoas que estão nas calçadas, oferecendo as vagas de acolhimento (inclusive o transporte até os locais de acolhida) ou, alternativamente, cobertores e outros itens para evitar o frio. Esse trabalho é feito, principalmente, pelo Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), que pode ser acionado por qualquer cidadão pela Central 156.

Clique aqui para acessar a página da Operação Baixas Temperaturas (SMDHC)

Clique aqui para acessar a página da Operação Baixas Temperaturas (SMADS)

OPERAÇÃO ALTAS TEMPERATURAS

Quando os termômetros atingem 32º ou mais, a Prefeitura de São Paulo em parceria com o Governo do Estado distribui água potável e frutas para pessoas em situação de rua em tendas instaladas em diferentes pontos da cidade, entre 10h e 16h. Qualquer pessoa que queira um abrigo com temperatura amena para descansar pode se dirigir a estes locais.

A Operação Altas Temperaturas tem o objetivo de intensificar a infraestrutura da rede de acolhimento da cidade de São Paulo e a abordagem de pessoas em situação de rua para que elas possam se proteger, evitando insolação, desidratação e outros problemas que podem decorrer da exposição ao sol forte. Também durante a onda de calor, pelo menos 160 Centros de Acolhida e outros equipamentos recebem ventiladores extras.

Clique aqui para acessar a página da Operação Altas Temperaturas (SMADS)

O Comitê Intersetorial da Política Municipal para a População em Situação de Rua é um órgão colegiado de composição paritária entre Governo e Sociedade Civil, que visa construir, acompanhar e avaliar a política municipal para a população em situação de rua da cidade de São Paulo.

Clique aqui para acessar a página do Comitê PopRua (SMDHC)

A Prefeitura de São Paulo realiza análises das informações territorializadas sobre as situações de risco e vulnerabilidade que incidem sobre famílias e indivíduos para a construção de diagnósticos e estudos que possibilitem localizar as famílias com maior necessidade de proteção social.

Clique aqui para acessar o Censo da População em Situação de Rua

Notícias